segunda-feira, 16 de maio de 2016

Transcrição da mensagem de Getúlio Vargas (espírito) pela voz de Robson Pinheiro


GETÚLIO VARGAS é das mais controvertidas personagens da história do Brasil. Ditador, populista, carismático, pioneiro, estadista. Independentemente da avaliação que se faça, não há como escapar à realidade: ele é uma figura central na política brasileira. Sabemos que cometeu suicídio, mas um espírito assim seria capaz de encerrar com aquele ato, de modo definitivo, sua participação na vida nacional? 


Dizendo-se “falido espiritual” e autor de “erros clamorosos”, o presidente que governou o país por mais de 18 anos volta ao palco do mundo e toma parte nos acontecimentos importantíssimos que ora mobilizam cidadãos e autoridades do Brasil.

Conheça a mensagem que ele trouxe pela voz de Robson Pinheiro por ocasião do lançamento do livro “O partido: projeto criminoso de poder”, em reunião pública ocorrida às vésperas da votação de abertura do processo de impeachment, no plenário do Senado Federal.


 _________________________________________________________________________

Brasileiros e brasileiras,

Nós, os que herdamos a espada da justiça; nós, os que herdamos de Ismael o compromisso de levar avante o projeto e o futuro da nossa nação, clamamos, do lado de cá da barreira da vida, para os brasileiros não se descuidarem do seu futuro, não se esquecerem do fanal de liberdade, libertando-se das garras dos lobos vorazes, de corações empedernidos, que intentam destruir a fé do povo brasileiro no futuro promissor desta nação. Não entreguem o futuro do país ou da América Latina nas mãos daqueles que corroem os valores morais e éticos, tentando, de alguma forma, solapar os valores duramente conquistados ao longo dos séculos que transformaram a nossa nação num dos países mais promissores deste planeta.

Temos que dar as mãos dos dois lados da vida, pedindo àqueles que tutelam os destinos do país, pedindo a Jesus e a Maria de Nazaré, que utilizem dos seus instrumentos divinos a fim de interromper o círculo que tenta de alguma maneira fechar os caminhos do povo brasileiro e da América Latina.

Precisamos aprender com aquele que foi o maior revolucionário de todas as épocas e que hoje é cultuado por todos os povos do ocidente como representante de Deus, como representante do governo espiritual na Terra. Ele, que se envolveu, que se manifestou no meio da multidão lutando pela política divina de um reino superior, espera que cada um de nós que nos dizemos ou nos fazemos seus seguidores possa prosseguir pelo menos honrando o compromisso que ele depositou em nossos ombros, em nossas mãos.

Eu fui um falido espiritual e, num momento de ânsia, diante dos meus erros clamorosos como político brasileiro, entreguei a minha vida sem pensar. Eu, Getúlio Vargas, retorno aqui pela misericórdia divina que me pede: “Volta, Getúlio, e fala com o povo para não desistir como você desistiu, e fala com o povo que o Brasil tem jeito, e fala com o povo para resistir aos lobos que se alimentam da esperança da nação”.

Que Deus abençoe a todos nós! Que possamos levar nossas vozes e não desistir como um dia eu desisti, mas que continuemos, mesmo depois da morte, prosseguindo na certeza de que o Brasil será finalmente o coração do mundo, a pátria deste Evangelho que vocês tanto admiram, que tanto adoram, apesar das forças contrárias ao bem e à justiça.

Graças a Deus.
Getúlio Vargas (espírito)

Getúlio Vargas pela psicofonia de Robson Pinheiro. Mensagem recebida em reunião pública de Cartas Consoladoras, na Casa de Everilda Batista. Contagem, MG, 8 de maio de 2016. (Versão integral revisada para transcrição.)



sexta-feira, 13 de maio de 2016

Mensagem de Getúlio Vargas (espírito) pela voz de Robson Pinheiro

GETÚLIO VARGAS é das mais controvertidas personagens da história do Brasil. Ditador, populista, carismático, pioneiro, estadista. Independentemente da avaliação que se faça, não há como escapar à realidade: ele é uma figura central na política brasileira. Sabemos que cometeu suicídio, mas um espírito assim seria capaz de encerrar com aquele ato, de modo definitivo, sua participação na vida nacional?

Dizendo-se “falido espiritual” e autor de “erros clamorosos”, o presidente que governou o país por mais de 18 anos volta ao palco do mundo e toma parte nos acontecimentos importantíssimos que ora mobilizam cidadãos e autoridades do Brasil.

Conheça a mensagem que ele trouxe pela voz de Robson Pinheiro por ocasião do lançamento do livro “O partido: projeto criminoso de poder”, em reunião pública ocorrida às vésperas da votação de abertura do processo de impeachment, no plenário do Senado Federal. O vídeo tem menos de 5 minutos.



quinta-feira, 12 de maio de 2016

Robson Pinheiro comenta o afastamento da presidente sob a ótica espiritual

O dia 13 de maio é símbolo de libertação em virtude da promulgação da Lei Áurea, em 1888. Neste 2016, a data ganha mais um contorno histórico, segundo o médium Robson Pinheiro, e o simbolismo permanece: libertação. É hora de agradecer aos que zelam pela ordem — e lembrar que a batalha contra as forças espirituais da maldade continua.

Assista ao vídeo abaixo, gravado em 12/5/2016, dia em que se consumou o afastamento da Presidente da República Dilma Rousseff pelo Senado Federal, segundo a Constituição do Brasil, para responder a processo de impeachment.




quarta-feira, 11 de maio de 2016

O impeachment derrubou a nossa pauta

O impeachment é muito mais que o impeachment; diz respeito ao futuro do país. Sabemos disso como cidadãos e, sendo assim, como poderiam ignorar tal fato os espíritos que nos dirigem e os que zelam pelo bem do Brasil? 

É por isso que nossos editores do Além mandaram parar as máquinas aqui na Casa dos Espíritos e suspender, em caráter de urgência, o trabalho no livro “2080”, do espírito Júlio Verne, cuja divulgação já tinha até começado. E mudaram os planos.

Saiba como e por que nas explicações que o médium Robson Pinheiro dá no vídeo abaixo, de apenas 3 minutos.




CLIQUE AQUI para participar da pré-venda e palestra de lançamento. 


sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Você sabe o que você compra quando compra um livro?


Recentemente
um post da Exame.com nos chamou muito a atenção. O texto tratava da resposta de um dono de um bistrô de Nova Iorque à uma cliente, que fez uma postagem on-line acusando o local de ter "preços abusivos". Num país campeão em impostos como o Brasil, impossível não trazermos o tema para discussão, tendo ainda a nossa ótica do mercado editorial – que enfrenta uma das maiores crises de sua história. Por vezes, aqui e ali, pingam comentários sobre os preços de livros nas redes sociais, sugerindo que nada justifica os "altos" preços das publicações.
Pois a resposta de um dono de bistrô do leste dos Estados Unidos, não poderia representar melhor nossa realidade por aqui: o paralelo se aplica. Leiam e entendam o porquê.

O que era para ser uma queixa de um estabelecimento em Nova York, feita no Trip Advisor, se tornou uma verdadeira "aula de economia", depois que o dono do estabelecimento resolveu explicar o porquê do "alto preço" de uma xícara de água com limão.

Hannah C. escolheu o Bennett Café e Bistrô para ir com amigos e, de acordo com sua opinião, a experiência foi ruim.

"Este lugar é absolutamente horrível. Fui ali para tomar um chá da tarde com alguns amigos, e estava com pouco dinheiro. Pedi então água quente com uma rodela de limão. Em primeiro lugar, a água não chegou junto com o bolo e a bebida dos meus amigos. Depois, me cobraram 2 libras (cerca de R$ 12) pela água quente e por uma fina rodela de limão. Quando eu perguntei porque estava sendo cobrada uma quantia tão alta por um pouco de água, o garçom disse, rudemente: 'bom, você sabe quando custa um limão?'. Sim, e definitivamente não é duas libras. Depois, ele me informou, erroneamente, que um bule de chá para uma pessoa (que foi o que me cobraram) custa o mesmo preço que um limão. Para demonstrar o quão ridículo isso era, meu amigo pediu um doce de chocolate, que custava 1,90 libras. Lugar horrível, sem dúvida não o recomendo, e o garçom rude que me atendeu deveria ser despedido. Não voltarei, e aconselharei meus amigos e familiares a não irem lá".

O dono do Bennett, Jay Rayner, resolveu então responder a resenha:

"Lamento que você tenha se sentido explorada, e vou te explicar porque não deveria ser assim. Você entrou no café, e o garçom mostrou onde você deveria se sentar, entregou um cardápio, esperou para anotar o seu pedido... Foi no caixa, pegou uma xícara, um prato e uma colher, e os levou à cozinha. Lá, ele pegou uma faca, uma tábua e um limão. Cortou um pedaço e colocou na xícara. Depois, voltou ao salão, pegou a água quente e levou a xícara à sua mesa. Quando você ia embora, ele imprimiu sua conta, levou até você, processou seu pagamento com cartão de crédito e fez a cobrança fora do caixa. Depois que você foi embora, ele pegou a xícara, o prato e a colher, levou até a cozinha, lavou, secou - junto com a tábua e com a faca - e guardou o limão. Depois, ele voltou ao salão para arrumar a xícara, o prato e a colher, limpou sua mesa e deixou o cardápio ali, a espera do próximo cliente, Isso toma, pelo menos, de 2 a 3 minutos de trabalho do garçom."

E ele continua:

"O custo dos gastos gerais da empresa, quero dizer, o aluguel, as taxas do negócio, os custos de eletricidade, os gastos bancários, entre outros, giram em torno de 25,50 libras. Eu pago aos meu colegas um salário digno e decente, levando em conta o pagamento de férias, seguro, e o tempo produtivo antes de abertura e depois do fechamento do bistrô. O garçom que lhe serviu me busca 12,50 libras por hora. Portanto, em conjunto, o custo é de 40 libras por hora, o que significa que o custo de proporcionar o serviço de 2 a 3 minutos seria entre 1,34 a 2 libras. Então, o governo ainda acrescenta 20% de impostos, o que faz com que a xícara com água e limão, custe entre 1,60 e 2,40 libras".

"Tenho que pagar os meus fornecedores, caso contrário as instalações não estarão disponíveis para outras pessoas no futuro. Concordo que tudo faz com que o preço de uma xícara de chá no centro da cidade seja caro, comparado ao que você faz em casa, mas por desgraça, essa é a cruel realidade da vida. Na verdade, são as instalações que custam dinheiro, muito mais do que os ingredientes. Talvez, a má educação que você percebeu em mim foi provocada pela falta de respeito que eu percebi em você por presumir que poderia usar nossas instalações e ser atendida gratuitamente".

Fonte: http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/cliente-reclama-de-preco-de-bistro-e-tem-resposta-inusitada


quarta-feira, 30 de setembro de 2015

O que nos faz humanos?

O cineasta e artista Yann Arthus-Bertrand levou três anos coletando histórias de vida reais de 2 mil homens e mulheres em 60 países. O filme captura histórias pessoais e profundas dos mais diferentes universos desses personagens, trazendo à tona temas essenciais ao questionamento "do que é que nos faz humanos", buscando o fio condutor do que nos une como raça única. Luta contra pobreza, guerra, homofobia e o futuro do nosso planeta, misturados com momentos de amor e felicidade. Assista aqui o filme na íntegra e inspire-se.